OUÇA NA CIDADE FM MEIO DIA - JORNAL OPINIÃO.

RÁDIO OPINIÃO

domingo, 23 de novembro de 2014

NOTA DE FALECIMENTO. (Foto: Facebook)

DONA MARIA DE LOURDES E SEU NETO GUTO

SÃO BERNARDO – Morreu na tarde de ontem em São Luis, aos 100 anos de idade, a professora aposentada Maria de Lourdes Serra. O corpo está sendo velado na Igreja Santuário de São Bernardo e o enterro será na tarde de hoje no cemitério São Vicente, centro de São Bernardo.

Como bernardense ilustre, foi uma das primeiras educadoras do nosso município, exercendo por muitos anos, além do magistério, o cargo de Diretora da principal escola de São Bernardo, o Colégio Dr. Henrique Couto.

Ela foi sem dúvida a responsável pela a educação de milhares de bernardenses, como por exemplo, o Editor deste Portal e muitos outros que iniciaram seus estudos aqui em São Bernardo.

O Portal rende homenagens à ilustre professora e aproveita a oportunidade para apresentar votos de pesar a todos os amigos e familiares da professora Maria de Lourdes.  Deus confortará a todos!

Por Raimundo Santos

PortalOpiniao10.com

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

PRESOS OS ASSALTANTES DO BRADESCO DE SÃO BERNARDO. (Foto: Polícia civil de São Bernardo).


SÃO BERNARDO – No dia 24.10.14 a agência do Banco Bradesco de São Bernardo foi assaltado por dois indivíduos, os quais foram identificados como sendo LÉO GRANDÃO e NENENZÃO.

Após perseguição policial os autores foram presos. O Léo Grandão se encontra sob custódia da polícia civil no hospital Socorrão II em São Luís devido aos ferimentos sofridos durante a perseguição de automóvel. O outro, Nenenzão, se encontra preso no presídio de Caxias-Ma.

Eles possuem vários mandados de prisão em aberto, sendo que o Léo Grandão era foragido do presídio de pedrinhas, localizado na capital.

Na próxima semana o Delegado Dr. José Henrique Mesquita da Silva, irá até a cidade de Caxias, a fim de interrogar o Nenenzão, sobre o assalto do Bradesco e outros possíveis crimes praticados por ele e seu comparsa neste município e região.

Com informações da Polícia Civil de São Bernardo

Para o PortalOpiniao10.com

Prefeito de Magalhães de Almeida publica decreto exonerando servidores do concurso anulado

MAGALHÃES DE ALMEIDAO prefeito municipal de Magalhães de Almeida, Tadeu Sousa, publicou ontem, 17, o Decreto 022/2014, pelo qual exonera a partir do dia 28 de novembro todos os servidores lotados no último concurso, realizado em 2011.

A prefeitura cumpre determinação judicial tendo em vista que o concurso foi anulado em razão das irregularidades encontradas no certame desde a contratação da empresa.

Agora a prefeitura terá de realizar outro concurso com isenção para os que participaram do primeiro certame.

Os servidores exonerados ainda tentam reverter a situação. Alguns estão contratando advogados alegando que não tem culpa dos erros do concurso.

FONTE: MAGALHAES ON-LINE
Edição: PortalOpiniao10.Com

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Oposição aposta que Roseana não renuncia ao mandato

SÃO LUISOposicionistas do Maranhão – o governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), inclusive – apostam que a governadora Roseana Sarney (PMDB) não renunciará ao mandato, nem no dia 5 de dezembro, nem em dia nenhum.
A tese de Dino e de seus aliados é a de que a governadora teme perder o foro privilegiado e começar a responder a processo no bojo da Operação Lava a Jato. A contadora Meire Poza acusa a peemedebista de haver recebido propina intermediada pelo doleiro Alberto Yousseff. A governadora nega.
Se isso ocorrer, Roseana responderia a processo diante do juiz federal Sergio Moro a quem classificam como implacável diante de figurões e políticos.
Tudo, repise-se, no entanto, não passa de tese oposicionistas.
Na mais recente manifestação sobre as suposições envolvendo a governadora Roseana, o Governo do Maranhão voltou a informar que o caso da empresa UTC/Constran estava em primeiro lugar na lista de precatórios quando foi cumprido o acordo para pagamento de ação de indenização. “O acordo homologado pela Justiça foi vantajoso para o Estado, pois trouxe economia aos cofres públicos”, alegou, em nota.
Fonte: Blog do Gilberto Léda
Edição: PortalOpiniao10.com

TCU reconhece “excelência” em gestão de Gastão Vieira à frente do MTur

SÃO LUISO presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Nardes, destacou que o Ministério do Turismo tornou-se modelo de gestão nos últimos anos. O presidente do TCU afirmou que o órgão de controle fez 11 auditorias na pasta nos últimos dois anos e ficou bem impressionado com os resultados encontrados.

“O TCU busca ajudar a administração pública a avançar por meio do compartilhamento de boas práticas. Hoje podemos afirmar que o Ministério do Turismo é exemplo em excelência em gestão”, afirmou Nardes. O ministro do Turismo, Vinicius Lages, destacou o aprimoramento constante das ferramentas que ajudam na tomada de decisões e no monitoramento dos programas. “Estamos desenvolvendo um sistema de georreferenciamento inteligente, que nos dará imagens de satélite das obras que têm recursos nossos”, disse Lages.
O Ministério do Turismo foi a única pasta do governo federal a ser premiada nas duas categorias do primeiro Prêmio de Boas Práticas da Controladoria Geral da União (CGU), no dia mundial de combate a corrupção, em dezembro de 2013. A premiação dupla foi dada pelo Sistema de Acompanhamento dos Contratos de Repasse (Siacor) e pelo Sistema de Controle das Demandas Externas. O primeiro deles permite verificar o andamento das obras com recursos do MTur; já o segundo, facilita o atendimento no prazo de demandas, especialmente de órgãos de controle.
Fonte: Blog do Golberto Léda
Edição: PortalOpiniao10.com

Novo secretário de Administração Penitenciária anunciado por Flávio Dino vem de Minas Gerais

Murilo Andrade que atua há 16 anos na gestão do sistema prisional

SÃO LUISO governador eleito Flávio Dino anunciou na manhã desta segunda-feira (17) mais um nome para integrar a sua equipe a partir de 1º de janeiro. Murilo Andrade será o próximo secretário de Administração Penitenciária. Esse foi o 26º nome indicado através das redes sociais.

Com larga experiência na área, Murilo Andrade assumirá a Secretaria com a meta de buscar alternativas à execução penal, com destaque para o fortalecimento do método APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, valorização dos servidores – agentes penitenciários e servidores técnico-administrativos, além de implantar um novo modelo de gestão do sistema prisional que atenda as necessidades do estado.

Conheça o perfil do novo indicado:

MURILO ANDRADE DE OLIVEIRA – Secretaria de Administração Penitenciária.

Murilo Andrade é formado em Direito (PUC-MG/Contagem), especialista em Direito Público (UNIGRANRIO), doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais (UMSA) e graduando em Administração (Universidade FEAD). Atua há 16 anos na gestão do sistema prisional, tendo ocupado cargos de Superintendente de Articulação Institucional e Gestão de Vagas, Diretor de Informações Penitenciárias, Instrutor e Auditor de Agentes de Segurança Penitenciária – Modelo de Gestão Prisional. Atualmente, é subsecretário de Administração Prisional de Minas Gerais. Professor universitário, Murilo Andrade possui vários cursos na área prisional e publicações sobre a metodologia Apac.

Fonte Blog do Raimundo Garrone
Edição: PortalOpiniao10.com

Políticos maranhenses estão na lista de denunciados da Operação Lava a Jato



Os nomes ainda não foram divulgados, mas sabe-se que políticos do alto escalão do PMDB maranhense estão entre os denunciados. O temor atual desses políticos é que o lobista Fernando Baiano, considerado foragido pela Polícia Federal, aceite se entregar e confirme a participação da cúpula peemedebista no esquema de corrupção da Petrobras. Baiano é considerado o elo entre as propinas pagas por empreiteiros presos na última sexta-feira (14) e os políticos do PMDB. O advogado dele diz que o lobista deverá se entregar nesta terça-feira (18), em Curitiba, mas não confirmou se ele aceitará fazer um acordo de delação premiada.

Enquanto isso, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que ameaçou entregar o cargo na semana passada, recuou. Lobão resolveu agir com cautela e aguardar os desdobramentos dos fatos para tomar uma posição. Sua saída do Ministério é certa, mas ele e os caciques do PMDB querem arrancar do Planalto fortalecimento político para enfrentar a crise que virá quando os nomes da lista de Zavascki vieram à tona. Lobão está em Brasília acompanhando de perto o desenrolar dos depoimentos de empreiteiros presos pela PF.

No Maranhão, o clima também é de cautela e temor. Há duas semanas Roseana Sarney acertou a própria renúncia com o deputado Arnaldo Melo, que pressiona para assumir o governo. Denunciada por Alberto Youssef como uma das pessoas a ter recebido dinheiro de propina das empreiteiras, Roseana já percebeu que renunciar no próximo dia 5 de dezembro pode ser uma manobra de alto risco.

Fonte: Blog da Ligia Teixaira
Ediição: PortalOpiniao10.com

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Gastão Vieira faz discurso de despedida na Câmara dos Deputados

SÃO LUISO deputado Federal Gastão Vieira (PMDB) foi nesta segunda-feira (10) ao Plenário da Câmara Federal para um pronunciamento histórico. O parlamentar fez o discurso de despedida depois de 20 anos como Deputado Federal, “esta pode ser a última oportunidade para eu dispor do Grande Expediente para dizer adeus a esta casa. Durante vinte anos exerci aqui, sucessivamente, mandatos sempre com votações crescentes dadas pelo povo do meu estado”, disse.

Durante o discurso, Vieira falou sobre o resultado das urnas nas últimas eleições. “Na última eleição, por contingências naturais da política, eu fui disputar o Senado. Perdi a eleição por uma quantidade de votos pequena, mas ganhei uma votação que me permitiu no outro dia dizer que, perdi ganhando. Tive 1 milhão e 284 mil votos, uma votação extraordinária para um político que, do meu jeito, não tem muitas vezes os meios e as condições para explorar bem uma eleição majoritária”.
O Deputado também relembrou quando chegou à Câmara Federal pela primeira vez, “eu lembro-me que, há 20 anos quando aqui cheguei, a primeira emoção que senti foi ter vindo de líder estudantil e entrar no plenário desta casa e, junto com 503 companheiros, cantar o Hino Nacional”, disse. Gastão Vieira lembrou ainda de quando foi convidado para assumir a Secretaria de Educação do Maranhão. “Dois meses depois de assumir o mandato de Deputado Federal, houve uma reunião no meu estado e a governadora, recentemente eleita, Roseana Sarney me convocou para ser Secretário de Educação. Eu já tinha aprendido com os mineiros Cláudio Boracato, João Batista e Antônio Octávio Cintra, que fazer educação num estado pobre é um desafio tremendo e uma experiência inesquecível. Eu abandonei o meu mandato temporariamente e voltei para o Maranhão. E devo dizer a todos vocês aqui, foi a mais rica experiência que tive na minha vida pública. A experiência de poder levar educação para quem não tinha, de construir uma escola decente no lugar onde havia um barracão de taipa e distribuir material didático para quem não tinha nas mãos nem giz e nem carteira para sentar, foi uma grande lição”, afirmou.
Gastão Vieira falou ainda que depois de voltar ao Congresso, participou ativamente da luta pela melhoria da educação em todo o país. “Depois que saí da Secretária de Educação do meu estado, reassumi o meu mandato. Cheguei a esta casa e comecei a fazer uma indagação de por que a educação brasileira não avançava? Uma educação que vinha num caminho tão bom, iniciado pelo presidente Fernando Henrique, quando Paulo Renato era ministro da Educação que cria o Fundef. Eu ajudei o Bargas Negri a criar aquela engenharia financeira que deu um salário aos professores brasileiros. Daí vem todo esse avanço na educação do governo Lula, primeiro com Cristóvão Buarque. A qualidade da educação brasileira exigia de todos nós uma compreensão que fosse maior do que aquilo que se falava corriqueiramente, o país é muito grande, tem muito aluno fora da sala de aula, tem muita criança que é filha de pai analfabeto, não consegue aprender. Eu estava determinado a ter uma resposta para essas questões. Com um grupo pequeno, mas muito ativo, eu me lembro de que nós realizamos aqui o primeiro seminário internacional. A ideia era descobrir o que os outros países fazem que o Brasil possa copiar, respeitosamente, que o Brasil possa seguir o mesmo modelo. E durante dois dias nós realizamos o seminário sobre “Alfabetização Infantil: os novos caminhos da educação brasileira”. O seminário se transformou em livro que foi amplamente distribuído em todo o país. E eu bati na porta do Cristóvão, depois do Tarso Genro, do Fernando Haddad, do Henrique Paim e até hoje, tenho absoluta certeza de que, esta casa se inseriu através da Comissão de Educação, não porque eu era ocasionalmente seu presidente, mas pela qualidade do debate que surgiu, da busca da solução dos problemas mais angustiantes da educação brasileira”, disse.
“Despedir dessa casa é difícil, sinto falta e sentirei da convivência dos companheiros. Sentirei falta da Comissão de Educação onde deixei dois projetos, um que estabelece o currículo mínimo para o estudante brasileiro. Saio com o sentimento que o nosso currículo é grande demais, que a gente faz um ENEM que o aluno leva quatro horas para responder uma prova, que depois nem consegue captar o que ele sabe e nem consegue prepará-lo para a vida. Deixo também o projeto de certificação para os professores, a partir da data de aprovação do projeto, o professor terá que obter uma certificação de tempos em tempos, que ateste que ele está apto para continuar a ensinar”.
Gastão Vieira disse sair da Câmara Federal com a certeza do dever cumprido, “eu cumpri o meu dever parlamentar independentemente das minhas ligações políticas, eu nunca permito enganar o meu eleitor ele é quem manda na minha vida politica. É ele quem me abraça e diz, siga em frente, o senhor deu apenas uma parada, tem coisa melhor a lhe esperar ali em frente. Quero agradecer a todos, à presidenta Dilma que confiou em mim e a todos que me permitiram fazer um bom trabalho aqui na Câmara Federal e no Ministério do Turismo”, finalizou.
Depois do discurso, Gastão Vieira foi saudado pelos Deputados Mauro Benevides (PMDB/CE) e Bonifácio de Andrada (PSDB/MG). O primeiro a falar foi Mauro Benevides, que lembrou da atuação de Vieira na vida pública. “Quer como deputado, como ministro de Estado, como Secretário de Educação de Estado, como quase senador pelo Maranhão, diante de uma votação brilhante conquistado no pleito passado, Vossa Excelência, como homem público goza do respeito, não só do povo maranhense, mas de todo o Brasil. Por isso enalteço e digo como homem público Vossa Excelência cumpriu o seu dever e soube fazê-lo com a maior dignidade. E daí a não chegar ao Senado, como queria grande parte dos maranhenses, Vossa Excelência aqui nessa casa, quando esteve conosco, ou no Ministério do Turismo, exercido brilhantemente, Vossa Excelência projetou uma imagem de dignidade, de civismo ao povo do Maranhão e do Brasil”, finalizou Benevides.
Para o Deputado Bonifácio de Andrada, Gastão Vieira é um exemplo de homem público. ”Quero levar a Vossa Excelência as minhas palavras de homenagem por ser um homem público que honra de fato não só o seu estado, mas como todo o seu país. Não só pelas atividades que teve nessa casa, das quais fui testemunha, como também pela sua presença em outras áreas significativas da vida nacional. Vossa Excelência pode estar certa de que é um dos homens públicos mais completos desse país, pela sua inteligência, pela sua cultura, pela sua firmeza de atuação, pela sua capacidade de articulação política. Indiscutivelmente uma figura que merece, não só a nossa admiração, como também os nossos aplausos”, finalizou.
Fonte: (Da assessoria)
Edição: Portalopiniao10.com

ATENÇÃO, CONCURSEIROS! Roseana anuncia 3 mil vagas para professor

SÃO LUISA governadora Roseana Sarney (PMDB) anunciou ontem, durante evento que marcou a assinatura da ordem de serviço para a construção da sede própria da Universidade Virtual do Maranhão (Univima), que o Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa projeto de lei autorizando a criação de 3 mil novas vagas de professor da rede estadual de ensino.
As vagas devem ser preenchidas por concurso público, a ser realizado em 2015, e as despesas decorrentes da criação dos cargos já estão previstas na Lei Orçamentária Anual (LOA) a ser aprovada pelo Legislativo.
“Tenho a satisfação de anunciar que já mandei para a Assembleia [projeto que prevê] a abertura de 3 mil novas vagas para professores. Vamos ter concurso público ano que vem. Já está no orçamento [a previsão de despesas para] essas 3 mil novas vagas”, declarou a governadora.
Segundo o deputado estadual Roberto Costa (PMDB) o projeto deve chegar hoje à Casa. “Definiremos um relator e eu mesmo pedirei urgência para a aprovação dessa matéria”, afirmou.
Presidente da Comissão de Orçamento da Casa, o peemedebista confirmou que já havia sido incluída peça orçamentária de 2015 a previsão come essas despesas. “A LOA contempla o aumento das despesas com a incorporação desses servidores após concurso público”, completou.
Fonte: De O Estado
Edição: Portalopiniao10.com

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Quem aguenta? Após eleição, gasolina, luz, tudo aumentando…O PT “melhorando” o Brasil. Aguentem…

SÃO LUIS País bunda é assim, pagamos caro por combustíveis (gasolina  e “pró-álcool”) que nada justifica ter os preços tão caros, com qualidade tão baixa.
Os créditos são do PT, que quebrou a Petrobrás em esquemas de corrupção. Mas, não foi só isso, o Brasil inteiro está quebrado, só que alguém vai ter que pagar pelo rombo. Sabem quem o Governo Federal vai “arrochar”, você eleitor do PT.
Dilma pensa que somos ricos. Quem mora no exterior sabe que é desumana a carga tributária sobre a população, que acaba pagando o preço de tudo, inclusive da corrupção. Realmente, o PT pensa que nós somos ricos.
Fiquem com a declaração “tonta” da presidente, que foi reeleita para mais 4 anos. Aguentem…
“Eles (conselho de administração da Petrobras) definiram o reajuste. Esse reajuste é para o passado. Para uma parte do passado. Porque vai ter um período agora em que vai ser assim: preço internacional baixo, preço nosso lá em cima. Eu passei 2004, 2005, 2006 e 2007 com essas variações. Às vezes ficava para baixo, às vezes para cima. Só não acho que seja correto querer atrelar ao preço internacional do petróleo o preço do combustível no Brasil”, declarou a presidente. (Revista Exame).
Fonte: Blog do Ricardo Santos
Edição: PortalOpiniao10.com

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Flávio Dino inova ao anunciar secretariado pelas redes sociais


SÃO LUISEm uma iniciativa inédita no Estado, o governador eleito Flávio Dino usa as redes sociais para anunciar os nomes que vão compor o secretariado do governo a partir de 1º de janeiro. Usuário assíduo das redes sociais, Flávio Dino já havia surpreendido ao utilizar as ferramentas cibernéticas para falar sobre o contexto social, político e econômico do Maranhão, apresentar propostas e discutir com jornalistas e internautas sobre temas diversos.
Mesmo após o fim da disputa eleitoral do último mês de outubro, os perfis de Flávio Dino nas redes sociais continuam sendo muito procurados pelos internautas. A razão disso é que o governador eleito oficializa suas indicações por meio das redes sociais. Atentos, internautas aguardam os novos nomes e opinam sobre as escolhas.
Defensor do diálogo permanente, Flávio Dino utiliza as redes como forma de se manter próximo das demandas do povo. Antes de se tornar candidato, ele já usava as redes para debater o contexto social, político e econômico do Estado. Exemplo disso foi a série de videoconferências de que participou interagindo com jornalistas e internautas.
Neste formato, o governador eleito já oficializou 19 indicações em seus perfis no Twitter e no Facebook. Com boa repercussão entre sindicatos, associações e categorias profissionais, as indicações também ganham amplo destaque nas redes.
Diálogo Permanente
Fora do ambiente cibernético, Flávio Dino também construiu um canal de diálogo com a sociedade maranhense. Prova disso foi o movimento Diálogos pelo Maranhão que possibilitou ao governador eleito construir seu Plano de Governo ouvindo as demandas de cada região do Estado e dialogando com movimentos sociais, lideranças sindicais, políticos e representantes da sociedade civil.
Depois de eleito, Flávio Dino continua defendendo o diálogo constante. A primeira iniciativa neste sentido foi o redesenho da Secretaria de Direitos Humanos, que a partir de 1º de janeiro será chamada Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular e será responsável pelo diálogo permanente com os movimentos sociais e com toda a sociedade maranhense. 
Fonte: Blog do Garrone
Edição: Portalopiniao10.com

Petrobras sobe o preço da gasolina em 3%

BRASÍLIA A Petrobras anunciou aumento de 3% no preço da gasolina e de 5% no diesel nas refinarias. O aumento entra em vigor a partir da 0h de sexta-feira (7).
Nas bombas, diretamente para o consumidor, o reajuste pode ser outro.
A diretoria da estatal vinha pressionando o governo por um reajuste dos preços dos combustíveis.
Em geral, a Petrobras compra combustíveis no exterior e revende-os no Brasil por um preço mais baixo, controlado pelo governo, sócio majoritário da empresa. O governo faz isso na tentativa de conter a inflação no país, mas essa diferença afeta as contas da estatal.
Apenas nas últimas semanas, com a forte queda no preço do petróleo no mercado internacional, a estatal passou a importar e vender o combustível sem prejuízo.
Ainda assim, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tinha dito que a gasolina poderia subir no Brasil. Nos últimos meses, o ministro afirmou repetidas vezes que um reajuste de preço deveria acontecer neste ano.
Último reajuste foi em novembro do ano passado
O último ajuste de preço dos combustíveis foi em 30 de novembro do ano passado, quando a Petrobras anunciou aumento médio de 4% na gasolina e de 8% no diesel, nas refinarias.
Na época, especialistas calcularam que a alta da gasolina ao consumidor final seria de cerca de 3%.
Metodologia para reajuste dos combustíveis foi proposta há um ano
Em outubro do ano passado, a Petrobras tinha pedido ao seu Conselho de Administração uma nova política de preços, que previa reajustes automáticos e periódicos de combustíveis, conforme a necessidade de alinhamento com os valores praticados no mercado internacional.
A fórmula desagradou a presidente Dilma Rousseff porque poderia aumentar a inflação e criar um mecanismo indesejável de indexação (aumentos automáticos sempre que uma determinada situação é atingida). A indexação foi um dos problemas para o país controlar a hiperinflação que existia até os anos 1990.
O Conselho da estatal, presidido pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, aprovou a implementação de uma política de preços, mas não divulgou mais detalhes sobre essa nova proposta. Na época, a Petrobras divulgou aumento do preço da gasolina em 4% e do diesel em 8%.
Analistas criticaram a decisão, dizendo que a falta de clareza sobre os critérios mantém incertezas para o mercado, em um momento em que a empresa enfrenta defasagem dos preços domésticos na comparação com os internacionais.
(Com Uol, Reuters e Valor)
Edição: Portalopiniao10.com